15 de abril de 2014

A cultura Popular ganha às ruas de Major Sales.


A Semana Santa em Major Sales é marcada pela valorização da cultura popular dos Caboclos de Major Sales. A dança que tem origem indígena é uma tradição secular que acompanha gerações. Os grupos formados por cerca de 26 dançarinos, além do trio regional, sanfona, zabumba e triângulo, ganham as ruas, sítios e povoados, dançando de casa em casa. A personagem do Judas o traidor de Cristo é o alvo dos brincantes que tem por objetivo a sua malhação. Enquanto dançam, as musicas valorizam o nordeste e a cultura popular, os caboclos têm uma pisada forte e emitem um som de ira, as roupas e máscaras valorizam o artesanato local e são confeccionadas com palhas ou tiras coloridas. A alegria é contagiante! Crianças, jovens, adultos e idosos, todos querem brincar, ninguém fica dentro de casa, as portas são abertas para receberem os caboclos e sua dança, como recompensa os gratificam com a tradicional esmola que pode ser em dinheiro ou em gênero alimentício. 


O ápice da festa cultural acontece no sábado de aleluia, 19 de abril, onde todos os grupos de caboclos logo cedo, às 07 horas da manhã, participam do arrastão nas principais ruas da cidade e a noite por volta das 18 horas, disputam a premiação do 1º lugar no Concurso de Caboclos que já está na 24ª edição. O evento é realizado e patrocinado pela Prefeitura Municipal de Major Sales, acontece em praça pública e nesse ano, conta também com shows dos Nonatos, Gaviões do Forró e Fernando Farias.

14 de abril de 2014

Entrega de peixes para famílias carentes do município de Major Sales acontecerá nesta terça-feira, 15.


A Prefeitura Municipal de Major Sales em parceria com a EMATER/RN, através do Assessor do Programa de Aquisição de Alimentos, Júnior Sales, realizará amanhã, terça-feira (15), a entrega de peixes as famílias carentes do município.

Serão contempladas com a ação 450 famílias beneficiarias do Programa Bolsa Família. O credenciamento será realizado a partir das 15h00min (três horas da tarde)  no Clube de Idosos e a distribuição logo em seguida no Mercado do Produtor.

No ato do credenciamento é necessário que o beneficiário apresente o CPF.

Femurn promoveu nova mobilização em defesa dos municípios.

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) promoveu na ultima sexta-feira, 11, na Assembleia Legislativa, a segunda edição do SOS Municípios, movimento contra a crise financeira que atinge as prefeituras, lançado pela entidade em outubro do ano passado. O encontro reuniu dezenas de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e secretários municipais, além de dirigentes de Associações Microrregionais de Municípios.

Diversos detentores de mandatos eletivos, incluindo a governadora Rosalba Ciarlini, o vice-governador Robinson Faria, a Deputada Federal Fátima Bezerra e o Deputado Fábio Faria, que está no exercício da presidência da Câmara dos Deputados.

Com o lema “Os municípios do Rio Grande do Norte pedem socorro!”, o encontro dos prefeitos fez parte de uma agenda nacional que incluiu o fechamento de portas das sedes das prefeituras e concentração de prefeitos nas capitais, coordenado pela Confederação Nacional dos Municípios juntamente com as Federações e Associações Estaduais de Municípios e Prefeitos.

“Esse é um movimento contra a crise financeira que está sufocando as prefeituras e em favor da população que é a maior prejudicada pela atual situação vivenciada pelos municípios, fruto de uma relação desigual entre os entes federados”, afirmou o prefeito Benes Leocádio, presidente da FEMURN. “As prefeituras, sobretudo as pequenas, que são a grande maioria, estão pagando o preço da falta de revisão do Pacto Federativo, da falta de recursos para os municípios, da sobrecarga de responsabilidades e da redução de receitas”.

O encontro dos prefeitos lotou o Salão de Eventos Deputado Álvaro Dias da Assembleia Legislativa, uma parceira da Femurn desde a criação e o lançamento, em 21 de outubro do ano passado, do Movimento SOS Municípios. Diversas autoridades e detentores de cargos públicos e eletivos compareceram para hipotecar apoio ao movimento em defesa dos municípios.

Os deputados estaduais marcaram presença. Estiveram presentes e falaram aos participantes do movimento o presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta (PROS), Getúlio Rego (DEM), Nelter Queiroz (PMDB), Tomba Farias (PSB), Agnelo Queiroz (PDT), Raimundo Fernandes (PROS). Também estiveram presentes os deputados Gesane Marinho (PSD) Gilson Moura, Antônio Jácome (PMN) e Márcia Maia, do PSB. A vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, ex-governadora do Estado, também marcou presença e defendeu um amplo debate com os candidatos à Presidência da República.

Ao final do encontro, o presidente da FEMURN, prefeito Benes Leocádio, entregou ao deputado Fábio Faria documento com as reivindicações dos prefeitos endereçadas ao presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, que se encontra no Exterior. O documento pede apoio para a agilização da tramitação e aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 341/2013, da Câmara dos Deputados, que aumenta de 23,5% para 25,5% a parcela da arrecadação do Imposto de Renda e Imposto Sobre Produção Industrial (IPI) para o Fundo de Participação dos Municípios. Outra PEC, de número 39/2013, tramita no Senado Federal com o mesmo objetivo.

O documento dos prefeitos também renova o pedido para que a Câmara dos Deputados faça gestões para agilizar, no Supremo Tribunal Federal, a tramitação de processo que trata da redistribuição dos royalties do petróleo. Presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Fábio Faria, do PSD, se comprometeu em apoiar a causa dos prefeitos e reafirmou os compromissos já assumidos em outros eventos realizados pela FEMURN.

#SeEuNãoLembroEuNãoFiz

A tradicional festa de maio de Major Sales ganhou um novo jeito, do jeito que você gosta!

Logo divulgaremos as novidades.



O evento tem a marca Vidal Entretenimentos.

O povo da Serra de Santana continuam demonstrando insatisfação com a atual gestão.

É rotineira as postagens de cidadãos luísgomenses nas redes sociais demonstrando insatisfação com a gestão do Prefeito Tadeu Nunes. Os habitantes da Serra de Santana resolveram de vez "gritar" por melhorias e solução no descaso que se encontra o município.

O vereador Luciano Pinheiro recentemente usou seu perfil no Facebook para denunciar  o escândalo no
sistema de Saúde do município, segundo ele, no Hospital Municipal falta até água. Nas unidades básicas de saúde, falta tudo, a começar pelo atendimento médico ao material para um simples curativo. Os pontos de atendimentos na zona rural estão com péssimas condições físicas, parecem pocilgas. Veja a postagem, clique aqui!

O jovem Daniel Souza também via Facebook, já fez várias denúncias, tais como atrasos nos pagamentos dos funcionários e falta de incentivos na cultura, esporte e turismo.  Confira última postagem deste cidadão sobre o assunto: 

"A cidade está parecendo não sei nem o que. Apagada, sem brilho, sem movimento, sem comércio, sem ter pra onde ir. Lembro antigamente final de semana a cidade era movimentada, vinha gente de todo canto pra o mirante, a noite a cidade era lotada. Na semana quando era no recreio das escolas a rua parecia uma festa. O comércio nunca foi desenvolvido más nunca foi tão parado, a feira acabou, o povo só faz as compras fora, dia de domingo não tem diferença da segunda, o mirante fechou, a tayoba fechou, o que ainda resta é o Formigão abrindo apenas nos domingos e mesmo assim não tá essas coisas, muita gente foi embora, o número de habitantes caiu, acabou carnaval, acabaram as quadrilhas juninas, final de ano não tem nada, acabaram as festas de confraternização que aconteciam em dezembro, acabaram as tradições, no relo não foi feito mais nada está do jeito que foi deixado, inacabado. A cidade parou de uma forma impressionante. E o engraçado é que ainda tem gente que se alegra com isso."


Ainda nas redes sociais nos deparamos frequentemente com postagens denunciando a falta de limpeza urbana e iluminação pública.

Infelizmente o povo do município de Luis Gomes estão pagando um alto preço pelas escolhas realizadas nas eleições de 2012.

Rosalba só fala de política a partir de junho.

rosalba RN
Durante o lançamento do RN Sustentável para o Seridó hoje (14), em Caicó, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) foi questionada se haveria tempo para virar o jogo político e buscar a reeleição.
“Minha preocupação é com a política do trabalho. Passamos esse tempo buscando recursos e conseguimos com o Banco Mundial, no final de 2013, para um projeto de cinco anos. Tudo tem seu tempo e política só a partir de junho, quando acontecerem as convenções”, disse a governadora.

*Blog do Robson Pires

Convite e programação do XXIV Concurso de Caboclos de Major Sales.


11 de abril de 2014

Compromisso e dinamismo são marcas na saúde de Major Sales.


 A Estratégia Saúde da Família conta mais uma vez com médico do PROVAB (Dr. Hugo Amorim), com um cronograma planejado e organizado a saúde de Major Sales vem atuando consistentemente em todo o território local. As visitas domiciliares em equipe são fundamentais para que a saúde chegue até sua casa. Profissionais durante a semana visitaram a localidade mais distante da sede: Sitio Lourenço


Paraíba é o segundo estado mais violento do país, segundo ONU.

A violência na Paraíba registrou um aumento de 150% no período compreendido a partir de 2007 até 2011 com taxa de 44 homicídios para cada 100 mil habitantes, segundo os dados do Relatório Global Sobre Homicídios, divulgado nesta quinta-feira (10), pela Organização das Nações Unidas (ONU). A taxa de homicídios colocou o estado em segundo lugar entre os 26 estados e o Distrito Federal. Dos dez estados com maiores taxas, sete deles estão concentrados no Nordeste.

*61

Prefeitos do RN se reúnem na AL no evento SOS Municípios.

reuniao prefeitos
A espera pela aprovação de duas Propostas de Emenda à Constituição (PECs) – que visam o aumento de 2% no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) -, foi o tema central do SOS Municípios 2014. O evento, organizado pela Federação dos Municípios do RN (Femurn), reuniu prefeitos, vice-prefeitos de todos os municípios potiguares que exigiram dos deputados federais e senadores do RN que juntem esforços e tentem colocar a votação das PECs na pauta do Congresso Nacional. Caso o reajuste seja aprovado, o FPM passará de 23,5% para 25,5%.
As duas PECs que estão tramitando nas Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) das duas Casas Legislativas. No Senado, é a PEC 39/2013 e na Câmara dos Deputados, é a 341/2013. Durante o evento, o presidente da Femurn, o prefeito de Lajes, Benes Leocádio (PP) apresentou um quadro com a situação de 19 cidades potiguares que, até ontem (10) não haviam recebido o repasse do FPM. “Estão todas com saldo zerado. Se no mês de abril está assim, imaginem nos outros meses em que a arrecadação deve cair. As soluções paliativas não estão mais resolvendo. O que vemos é uma disparidade entre a folha de pagamento dos municípios e a receita. Os prefeitos não têm como buscar recursos onde não existe”, declarou.
Outro assunto debatido durante o evento foi a suspensão da nova distribuição dos royalties do petróleo entre os municípios brasileiros. O projeto havia sido aprovado na Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal. No entanto, a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia concedeu medida cautelar (provisória) para suspender a nova redistribuição dos royalties do petróleo.